O comercial veiculado na noite do Oscar pela Nike foi criado pela Wieden+Kennedy e mostra mulheres que fizeram o inacreditável para chegar onde estão no mundo dos esportes. O filme é uma sequência do comercial protagonizado por Colin Kaepernick, jogador e ativista.

Narrado por Serena Williams, o filme tem a participação de atletas mulheres de peso. E tem um caráter de desafio ao machismo.

Na locução começa com uma ideia de que ‘Se nós, atletas mulheres, mostramos emoção, somos chamadas de dramáticas. Se queremos jogar contra os homens, somos loucas. E se sonharmos com oportunidades iguais, estamos delirando ”. “Quando nos posicionamos diante de algo, estamos desequilibradas. Quando vamos muito bem, há algo errado com a gente. E se ficamos com raiva, somos histéricas, irracionais ou simplesmente malucas ”.

O filme desafia as mulheres a assumirem a sua loucura, irem atrás dos seus sonhos e fazerem o que até então nunca foi feito.