happinessblanket

British Airways realizou um experimento para a melhorar o atendimento das aeronaves. Durante um vôo noturno entre Londres e Nova Iorque, um grupo de voluntários usou o Happiness Blanket, um cobertou que monitorou o humor de cada passageiro.

O cobertor, feito com micro fibra ótica, mudava de cor de acordo com base nas flutuações elétricas nos neurônios do cérebro, detectados a partir de um dispositivo Bluetooth usado na cabeça do passageiro. Os dados coletados serão usados para melhorar o serviço da empresa, como opções de filme, iluminação, horário das refeições para os passageiros de primeira classe.

A Sony está lançando em breve o The Rocket Project,  feito em parceria com a Intel e que dá a estudantes de ciência  a oportunidade de construir um foguete e tentar fazê-lo decolar no Black Rock Desert no mês em um pouco menos de 40 dias.

Eles tiveram aulas com especialistas e receberam um Sony VAIO-CW para desenhar o projeto que terá que contar com um Vaio Z-Series (equipado com chip Intel Core i5) para controlar o bólido e um Vaio F-Series (com Intel Core i7) para controlar a missão de lançamento.

Assistam abaixo o filme-trailer do projeto, criado pela BBDO NY, que também está sendo ativado no Facebook:

Um excelente slideshow para o meu último post do ano. Trata-se de uma compilação do melhor de 2009 pela Contagious Magazine. A minha dica é colocar o slideshow em full screen (se preferir pode baixar aqui). Obrigada pela companhia e volto a atualizar o blog em janeiro de 2010.

pleasehire-1

A agência Crispin, Porter + Bogusky vem se tornando conhecida não apenas pelo buzz que cria em torno de suas campanhas e projetos para clientes mas também pelos holofotes que joga sobre a própria agência. Esta semana dois movimentos chamaram a atenção: a agência contratou em um show ao vivo (no justin.tv) dois de seus estagiários e colocou aqueles que não poderá absorver à disposição do mercado através do site pleasehire.us que saiu do ar por excesso de acessos (rs) mas que já voltou. Um pouco over para o meu gosto mas um movimento interessante de se acompanhar…

Picture 5

Projeto criado pela Fallon UK e produzido pela Unit9 que testa os conhecimentos das pessoas sobre os seus amigos e a atuação deles nas redes sociais sob a forma de quizzes que usam as informações advindas do Facebook, MySpace e Twitter. Confiram mais aqui, no site do projeto que tem o patrocínio da Motorola.

- via Creativity

berlintwitterwall

Para marcar as comemorações em torno dos 20 anos da queda do muro de Berlim, a Kultur Projekte Berlin criou o The Berlin Twitter Wall através do qual é possível publicar seus pensamentos e opiniões e desejar que outros muros invisíveis (como o preconceito, as barreiras religiosas e políticas) sejam derrubadas. Para postar no muro, é só usar a hashtag #fotw na mensagem do Twitter que o conteúdo aparecerá em instantes no Twitter Wall. Já são mais de 6 mil tweets.

- via INvertido

ExpenseASteak

Com a crise, muitos dos restaurantes de luxo das grandes metrópoles acabaram sendo impactados, sobretudo agora que as despesas corporativas são acompanhadas de perto. Com este pano de fundo, uma churrascaria mais sofisticada (e cara) de Manhattan, a Maloney & Porcelli decidiu inovar e tentar atrair clientes apelando para o humor.

Criou o site ExpenseASteak.com. Nele você coloca o valor da sua refeição e é então gerado um PDF com uma série de recibos (de táxi, papelaria, refeições de fast food) no mesmo valor. E, para continuar o “disfarce”, o saquinho para viagem do restaurante passou a vir estampado com marcas de lojas de refeições baratas (que não fazem idéia que vem sendo usadas para este fim). A criação é da Walrus -: mais fotos da ação podem ser conferidas aqui.

A Procter & Gamble iniciou uma campanha de conteúdo de marca bastante ousada para promover o absorvente interno Tampax. Começou de maneira viral com um site que apresentava uma série contando a história de Zack Johnson, um garoto de 16 anos que, da noite para o dia, teve os seus orgãos genitais masculinos trocados por os de uma menina. Com muita surpresa a mídia especializada nos EUA descobriu que se tratava de uma iniciativa da P&G.

A websérie está sendo veiculada através do www.Zach16.com, onde vídeos do YouTube são colocados no site/blog, através de posts explicativos pelo próprio personagem da série. Ele também: conta com um perfil no Twitter. A criação é da Leo Burnett de Chicago.

Abaixo você confere a história contada de uma só vez. Os capítulos estão disponíveis no site da iniciativa. Essa coisa de Zach16 me lembrou tanto da LonelyGirl15…

- via AdAge e Ypsilon2

Em resposta a uma pesquisa realizada nos EUA que constatou que 8 em 10 norte-americanos consideram que estão gastando mais do que deveriam nas contas de celular, a operadora T-Mobile estabeleceu uma parceria com o Bill Shrink um dos sites de recomendação de maior reputação nos EUA.

O site tem um eficiente sistema de recomendação pautado em algumas perguntas-chave e consegue orientar o consumidor sobre qual seria o plano recomendado para o seu perfil de consumo. Também faz recomendações sobre a contratação de cartões de crédito e abastecimento de automóveis. O objetivo é fazer o consumidor economizar nas suas contas fazendo a escolha certa para o seu exato perfil.

A T-Mobile criou uma campanha composta por um comercial que encoraja o consumidor a visitar o site parceiro para encontrar o melhor plano para si. O curioso desta história toda é que o Bill Shrink também recomenda produtos de outras operadoras. Isto sinaliza muita confiança da T-Mobile no seu portfólio de produtos e na sua adequação por target, visto que a idoneidade do Bill Shrink parece inconteste. Confira abaixo o comercial.

better-than-free_id690012_size485

Como eu venho estudando novos modelos de negócio andei sendo indagada estes dias sobre este novo modelo que a Coca-Cola divulgou na Adverising Age estar implementando. Ele consiste numa remuneração por performance das agências que trabalham com a marca segundo o qual apenas reembolsa os custos às agências caso elas não alcancem uma determinada meta mas, em contrapartida, oferece margens de lucro de até 30% caso o trabalho supere as metas.

Em fevereiro deste ano a Anheuser-Busch Inbev anunciou que deixaria de trabalhar com retainer-fee para trabalhar com remuneração por projetos (vejam aqui a matéria do Adage).

Estes movimentos de grandes anunciantes fizeram com que pipocassem um monte de tweets e emails pra mim perguntando sobre isso. Se eu acho que isso iria abalar estruturalmente o mercado das agências, de como eu via isso. Aí resolvi fazer este post.

Sem dúvida acho que a pressão de grandes anunciantes catalisa e acelera um processo de mudança que vem acontecendo no mercado de busca de novos modelos e de novos formatos de comunicação que tenham relevância e consigam dialogar com os consumidores.

Acredito muito fortemente que o que está mudando não são apenas os modelos de remuneração mas os produtos e serviços que as agências e outras empresas de comunicação oferecem. E isso já está acontecendo. Em maior ou menor escala em todas as agências e empresas de comunicação. As demandas dos anunciantes não são as mesmas. Nem tampouco a dos consumidores. Basta dar uma olhadinha nos briefings e na lista de projetos em andamento… precisamos é nos preparar para lidar com isso, aprender a precificar, entender que o modelo está mudando e que o novo não necessariamente substitui mas coexiste (e coexistirá talvez por um bom tempo) com tudo aquilo que a gente conhece.

Este filme abaixo foi produzido pela Partizan, digirido por Michel Gondry e estrelado por Kevin Spacey. E não tem nada demais. As más linguas vão dizer (como já ouvi por aí) que a questão toda é ter sido criado pela McCann Londres. Pura maldade. Ele é apenas simples e vai direto ao ponto. Posso dizer […]

Há muitos anos venho acompanhando o trabalho da Galp e de seu interessante posicionamento de “energia positiva”. É muito curioso observar como empresas de petróleo rapidamente se reposicionaram como empresas de energia e como algumas, como a Galp (em Portugal) e a BP (na Inglaterra) conseguiram dar uma tradução legal para isso. O Leandro, sempre […]

O projeto da Castrol prometia ser muito bacana: uma espécie de Mythbusters de lendas relacionadas a automóveis. Daquelas do tipo se o truque da banana no escapamento realmente funciona e por aí vai. Ele foi desenhado em uma parceria da Mindshare com o Break.com, responsável pelo conteúdo. Os vídeos que já estão online não tem […]

O New York Times publicou um artigo no último domingo sobre um projeto da Topps que dá nova vida aos trading cards esportivos (o mais popular deste tipo aqui no Brasil foi o “Super Trunfo“). De olho na sobrevivência em um mercado que encolhe a olhos vistos (passou de 1 bilhão de dólares para cerca […]