happinessblanket

British Airways realizou um experimento para a melhorar o atendimento das aeronaves. Durante um vôo noturno entre Londres e Nova Iorque, um grupo de voluntários usou o Happiness Blanket, um cobertou que monitorou o humor de cada passageiro.

O cobertor, feito com micro fibra ótica, mudava de cor de acordo com base nas flutuações elétricas nos neurônios do cérebro, detectados a partir de um dispositivo Bluetooth usado na cabeça do passageiro. Os dados coletados serão usados para melhorar o serviço da empresa, como opções de filme, iluminação, horário das refeições para os passageiros de primeira classe.

Como parte do Pedal Minnesota, uma iniciativa para promover o ciclismo e o uso da bicicleta no cotidiano do estado, a agência Colle + McVoy criou uma série de iniciativas interessantes. Entre elas a transformação de abrigos de ônibus em estações de cuidados com a bicicleta, com ferramentas, suportes e um compressor de ar elétricos. Mecânicos de bicicletas fazem ponto nestes locais aos finais de semana para ajudar com os reparos. A campanha é complementada ainda com peças de mídia exterior, um site e o filme que vocês conferem abaixo:

A DHL é o parceiro logístico oficial do Fashion Week em todo o mundo. E a tarefa da Jung von Matt Spree na Alemanha era criar uma campanha internacional que enfatizasse a competência da DHL na indústria da moda.

Nada melhor que usar a própria moda para isso. Em colaboração com Michael Michalsky, um dos estilistas mais famosos da Alemanha, foi criada uma coleção especial de alta costura: vestidos feitos exclusivamente de materiais das embalagem originais da DHL.

Os vestidos foram exibidos em manequins no stand da DHL no Fashion Week de Berlim e usado pelas hostesses. Tudo com uma produção glamourosa e compatível com o porte do evento. A ação virou também tema de material de campanha: pôsteres, convites, calendários e peças de mídia online.

Confiram abaixo este interessante vídeo produzido pela Good Magazine que busca fazer com que as pessoas reflitam sobre os seus hábitos alimentares:

Pic-Phone-Booths-Become-Smoking-Booths

O PSFK apontou esta semana uma tendência interessante: as operadoras de telefonia da Holanda transformaram cabines telefônicas de baixo uso em cabines de fumar. E faz uma observação interessante: o ato de telefonar, de antes acontecia nas cabines para linhas fixas, cada vez mais acontece de forma móvel, pelo celular, hábito socialmente aceito em todos os tipos de estabelecimento. Ao mesmo tempo o ato de fumar, que sempre foi livre e “móvel” está cada vez sendo menos aceito socialmente e confinado a lugares restritos. Boa observação!

Agora o pessoal bem que podia colocar uns cinzeirinhos. Essa quantidade de bitucas no chão não é exatamente simpática…

L'OREAL USA 100TH ANNIVERSARY LOGO

No ano de seu centenário a gigante dos cosméticos L’Oreal encomendou uma pesquisa sobre os hábitos de beleza durante a recessao econÔmica. A pesquisa ‘Beauty Barometer’ foi realizada com 4 mil mulheres nos EUA e em 4 países europeus e fez algumas constatações interessantes.

Provando que a beleza é à prova de recessão, 9 em cada 10 mulheres nos EUA e Europa não relataram nenhuma mudança no volume consumido de maquiagem. Mas houve uma mudança no comportamento de consumo – 4 em cada 10 mulheres norte americanas estão usando tons mais neutros e um estilo de maquiagem mais natural do que antes do início da crise.

A economia também parece não impactar no tratamento dos cabelos. De acordo com a pesquisa, 63% das mulheres nao pretendem sequer adiar cortes de cabelo para poupar dinheiro. Muitas delas afirmam que a aparência é fundamental nao só para a auto-imagem como também profissionalmente. O que a pesquisa não aponta, ou pelo menos não divulgou publicamente, é se está havendo uma mudança para produtos mais básicos ou marcas mais baratas.

ebay_pop

O eBay montou na última 4a. feira em Nova York: na 57th com a 5th ave. uma exibição sobre tendências de compra para este final de ano. Elencou 4 grandes movimentos: “Retro Revival” (uma valorização de ítens vintage/usados num momento de restrição de consumo); “Eco Excellence” (uma orientação “verde” nas compras); “Savvy Splurging” (movimento de comprar menos coisas, de mais qualidade, que permitam o uso por várias temporadas e transcendam “modismos”) e: “Shop Culture” (o consumo de bens culturais segue em alta). O PSFK esteve por lá e cobriu a expo com muitas fotos – vejam aqui.

Foi aberta no Shopping Cidade Jardim, em São Paulo, a loja Ellus and Guests que, além da coleção da Ellus da 2nd Floor, abriga marcas convidadas, num sistema parecido com a de uma “pop up store”: a cada coleção novos parceiros vão sendo convidados, garantindo uma rotatividade. A curadoria das marcas convidadas e daquilo que está presente na loja fica por conta da equipe da marca (que faz parte do grupo InBrands).

O projeto abriu com 11 marcas convidadas: Alcides e Amigos (camisetas incríveis!), Maria Garcia (marca jovem da Huis Clos), Alexandre Herchcovitch as cariocas Andréa Marques, Ausländer e Muggia; além de Granado, Joaninha, Liberty of London, Volunteer DSquared2 e Martin Margiela.

Confiram abaixo um vídeo que conta mais sobre a iniciativa:

- via Leandro Macedo, no Y2

urbanartguide

No dia 20 março será lançado o projeto Adidas Urban Art Guide, um projeto que funciona usando a plataforma do iPhone e que oferece um tour guiado de street art em Berlim. Uma visão do projeto pode ser vista no site da iniciativa.

1231298031-anticonsumers-1.jpg

A Good Magazine saiu agora em meados de janeiro com um artigo interessante em que apresenta 5 grupos que, por diferentes motivos, se posicionam contra o consumo.

São eles: (1.) Os amish, que há séculos são regidos por um princípio de renúncia aos bens materiais (2.) Um grupo conhecido como “no impact man” que inspira-se na conduta de Colin Beavan), que adotou várias medidas “verdes” para a sua vida (3). The Church of Stop Shopping, um grupo performático de ativistas com uma pegada de humor, conduzido pelo “Reverendo Billy”, que acabou, sem querer, criando uma espécie de religião anti-consumo (4.) “The compact” , um grupo que se propõe a não consumir nada novo, além do básico, por um ano (5.) Os Freegans, que adotam uma postura de participação limitada na economia e consomem o mínimo possível.

Vale a leitura, bem como explorar estes links que coloquei aí na descrição de cada um.

- via Good Magazine

O tema 2008 para a vitrine natalina da Barney’s, “Peace & Love: Have a Hippie Holiday!”, é inspirado no aniversário de 50 anos do símbolo de paz, criado em 1958. Uma equipe de estilistas renomados, que incluí Alexander Wang, Diane Von Furstenberg, Proenza Schouler e Narciso Rodriguez, celebram a contra-cultura dos anos 60 com criações […]

Dando continuidade à série de posts sobre vitrines natalinas de Nova York e Londres, hoje escrevo sobre a vitrine 2008 da Saks Fifth Avenue, localizada em Nova York. Este ano a vitrine da loja de departamento tem duas seções natalinas. Em uma delas o tema é o livro infantil “A Flake Like Mike”, comissionado pela […]

As lojas de departamento de Londres e Nova York competem fervorosamente pela atenção dos consumidores e transeuntes durante a temporada de fim de ano. Uma das principais armas para a batalha são as vitrines das lojas flagships, que servem de palco para mega produções com direito a efeitos especiais e interatividade. No transcorrer da próxima […]

Em mais uma notícia relacionada ao Presidente-eleito dos EUA Barack Obama, a Brand Republic publicou hoje uma nota sobre a febre de memorabília, ou melhor, Obamabília, que assaltou o país. Encorajados pelo desejo de guardar um pedaço da história do país, os americanos acabaram por gerar um mercado de produtos relacionados ao Presidente-eleito avaliado em […]