Screen Shot 2016-04-18 at 8.53.41 AM

Imagina que, assim como todas as agências, a sua também quer ganhar prêmios e fazer projetos que lhe tragam visibilidade. Agora imagina que a sua agência tenha um comprometimento com a mudança e que busca usar este tempo e estes recursos para criar projetos que façam o bem. É assim que eu enxergo este projeto feito pela NBS em parceria com a empresa de mídia exterior Posterscope. Um projeto ganha-ganha: ganha a agência, ganha o cliente, ganha o consumidor. E ganha também a publicidade, que abraça seu papel social.

O Painel Mata Mosquito é uma peça de mobiliário urbano equipada com uma combinação de tecnologias que atraem e matam o mosquito Aedes Aegypti que transmite a dengue, a zika e a chikungunya.

painel_divulgacao_03

Dentro do painel existe um dispositivo que libera ácido lático e gás carbônico para simular o suor e respiração humana, luzes fluorescentes e negra para potencializar a atração e um sugador que captura o mosquito dentro da peça, onde ele morre de desidratação. O potencial de captura é grande por que o mosquito voa entre 1 e 20 metros do chão e os gases liberados atraem os bichos num raio de até 4 km da peça. Por isso a escolha do mobiliário urbano como plataforma (não funcionaria num outdoor ou front light). A escolha dos locais de instalação do painel também potencializa a captura, pois foram feitas de acordo com incidência de casos de dengue.

Mais interessante ainda é que o projeto criado pela NBS em parceria com a empresa de mídia exterior Posterscope é Creative Commons e conta com instruções em Português e Inglês para que qualquer um possa criar e instalar o seu painel mata mosquito. Considerando que a OMS já declarou que a emergência da zika é global, não duvido ver este projeto sendo replicado em outras partes. É também um projeto aberto que aceita sugestões de quem acha que pode melhorá-lo.

Vale a pena conferir o vídeo produzido pela Cinerama Brasilis com trilha da Sonido: