Para quem não sabe a T-Mobile lançou nos EUA um celular Fender, com acabamento ‘sunburst’ e tudo mais. O aparelho da HTC foi todinho pensado para ser especial aos fãs da marca e do rock (confiram um vídeo-demo aqui).

Confiram abaixo o comercial de lançamento criado pela Publicis in the West e protagonizado por Eric Clapton. O aparelho vem com músicas do artista como “Layla,” “My Father’s Eyes,” “Rock ‘N’ Roll Heart” e “Wonderful Tonight.

Confiram abaixo o recente trabalho da DDB para Bud Light nos EUA. A produção é da Tool of North America com direção de Erich Joiner. Seria divertido se o tema do comercial virasse mesmo uma promoção…

Para marcar o lançamento da sua primeira campanha para a VW, a Deutsch L.A. saiu com um projeto integrado de comunicação que vai atrás do criador de um jogo muito comum entre crianças nos EUA, o “punch buggy game“, agora rebatizado de “Punch Dub” . Neste jogo quem visse primeiro um VW dava um soquinho de leve no braço do outro e falava “Slug bug!” ou “Punch Bug” (“bug” é o apelido carinhoso do fusca). A brincadeira antes limitava-se ao “fusca” mas hoje envolve todos os modelos da marca.

Sluggy Patterson, o criador da brincadeira, tem agora um Twitter, marca presença no Facebook e em um Posterous. Ele conta a sua história e, num determinado momento, propõe uma reedição do mesmo: um game online via Facebook, onde quem “socar virtualmente” mais amigos irá ganhar um novo VW Coupé Cabriolet.

Especula-se  que a campanha ganhará mais força depois do comercial de 30 segundos, que será veiculado durante o Super Bowl 2010 e que terá participação do comediante Tracy Morgan. Os filmes estão sendo ancorados em uma página do site oficial da montadora. Confiram abaixo o vídeo já lançado:

- via Creativity e Y2

A marca de ração para animais Purina criou um aplicativo que ajuda as pessoas a escolherem a raça de seu cachorro (entre 118 opções) de acordo com uma série de questões como o tempo e a disponibilidade para passear e exercitar o cachorro, espaço físico disponível /área externa, coexistência ou não de outros animais na casa, entre outros.

Com isso objetiva que se faça uma boa escolha. Para o dono e para o animal. A cada resposta, algumas raças são eliminadas, até se chegar à recomendação ideal. Confiram aqui.

Confiram abaixo o mais novo comercial da Arnold Woldwide para a Volvo nos EUA. Ele tem produção da Park Pictures e direção de Joaquin Baca-Asay, com pós produção da Brickyard VFX.

Confiram abaixo o mais novo comercial da BBDO NY para a empresa de recolocação Monster.com. Ela traz como protagonista um bicho-papão um tanto quanto desajeitado para assustar criancinhas que acaba seguindo novo rumo. A empresa reservou também mais uma vez espaço no break do Super Bowl devendo apresentar mais novidades.

A Apple revelou hoje o seu novo device, que considera uma terceira categoria de produto que ficaria entre um iPhone e um notebook, disputando em relevância com os netbooks e acabando com a festa do Kindle e os outros e-books.

Para não canibalizar os demais produtos carro-chefe da Apple, ele não tem a função de telefone nem webcam. Mas promete uma navegação rápida (via WiFi ou 3G). Tem iTunes e App Store com uma quantidade significativa de aplicativos (140 mil já no lançamento, incluindo um criado especialmente pela Apple para o NY Times que já vem “residente”). Os aplicativos comprados para o IPod Touch  para o IPhone aparentemente funcionam nele também.Vem com um leitor de livros (iBooks) e com uma versão nova do iWorks, com Keynote, Numbers e Pages adaptados para a nova plataforma, além do Safari, iCal, Contacts, Photos, Mail, Maps, Notes e, assim como já rolava no iPhone e no IPod Touch, seu player de vídeo tem suporte para You Tube. Como acessórios, já tem um dock com um teclado. E devem vir mais coisas por aí.

Ele é multi-touch, pesa cerca de 700 gramas, vem com 1Ghz Apple A4 chip e a tela é de 9.7 polegadas. O teclado tem um tamanho quase normal e a bateria supostamente dura 10 horas assistindo vídeos ou um mês em stand by. Os preços começam em US$ 499 (16GB sem 3G) e vão até US$ 829 (64 Gb e 3G). Está prevista uma versão internacional.

Um ponto frágil, além da ausência da câmera (para tirar fotos e fazer chamadas de vídeo via Skype ou iChat), é não permitir multi-tarefa (não dá para ouvir música enquanto escreve um email, o que pode até o momento ser considerado OK para um celular mas não para esta proposta). A conectividade é outro ponto estranho. Ele posssui super poucas entradas (não tem USB ou saída HDMI) e os adaptadores são grandes e feios. Também não suporta flash. Mas até aí, se a proposta de uso for bacana, certamente as novas versões do iPad virão melhores nestes aspectos (e não tardarão a aparecer).

Eu diria que a brincadeira apenas começou. Iremos conhecer muito melhor daqui para frente os aplicativos, as parcerias e as funcionalidades do produto. Alguns bons fornecedores de conteúdo foram “amarrados”: o NYT, as editoras Penguin Books, Harper Collins, Simon & Schuster, MacMillan e Hachette. Acho que falta gente aí, especialmente no campo das revistas.

O conteúdo disponível pode ser um determinante para o sucesso da plataforma, por isso é bom ficar de olho. A indústria de games está acreditando na plataforma. A EA mostrou uma versão do Need for Speed rodando no iPad durante a apresentação de Jobs. Vale assistir abaixo o vídeo de apresentação do produto e dar uma passadinha no Gizmodo (que mais uma vez fez uma boa cobertura com detalhes e fotos) e, é claro, no site da Apple.

Confiram abaixo o mais recente comercial para a linha de snacks saudáveis Twistos da PepsiCo. A campanha é da BBDO Argentina com produção da Primo e direção de Nico & Martin.

O projeto de realidade aumentada nos tênis da Adidas , anunciado no finalzinho de dezembro, está cada vez mais perto de ser conhecido pelo grande público. Em fevereiro serão lançados versões de 5 modelos de tênis (Superstar, Stan Smith, Forum, Nizza e Samba) com os códigos de realidade aumentada na língua.

Entre fevereiro e abril posicionando o tênis na frente da webcam o consumidor terá acesso ao Originals Neighborhood 3D, um ambiente virtual em 3D,e a games interativos diferentes (lançados mês a mês), que usarão o tênis como controle. O primeiro game/experiência estará relacionado a Star Wars. Aqueles que jogarem (e vencerem os jogos) concorrerão a prêmios. Alguns varejistas terão exclusividade na comercialização do modelo, ampliando o hype em torno da ação. Confiram abaixo o teaser lançado há alguns dias:

- via Hypebeast

Em um projeto que estreou em 2008 a cerveja Guinness implantou chips RFID nas bolas de rugby e oferecer uma cobertura sem igual para os admiradores do esporte na Irlanda. Ele mostra métricas incríveis e estatísticas que envolvem velocidade da bola e precisão dos passes e conta hoje com uma página de fãs no Facebook e com um aplicativo de iPhone que mostra também bares e pubs  que exibem o jogo. Um conceito interessante de ativação de marca oferecendo um serviço relevante e inédito. Confiram abaixo o mais novo comercial que divulga o projeto, criado pela IIBBDO Dublin:

Depois de ter veiculado no ano passado um comercial se indignando com o custo do break (US$ 3 milhões para 30 segundos) e comunicando que veicularia  um spot de um segundo apenas no Super Bowl, a  cerveja Miller High Life decidiu que este ano vai ceder o seu espaço no Super Bowl para quatro pequenos […]

Em um emblemático projeto para levantar a bandeira da preservação do meio-ambiente a Sony resolveu inovar. Confeccionou 120 pares de jeans a partir de lonas recicladas de publicade da marca (coisa parecida com o que já vimos aqui antes com a marca de sabão em pó Ariel na Argentina e com a varejista Target nos […]

Nós já falamos aqui sobre 2010 ser o ano do 3D, com os aparelhos domésticos chegando ao mercado,as transmissões começando e tudo mais. Mas algumas empresas querem surfar esta onda e marcar presença antes. É o caso da operadora O2. Para divulgar seu patrocínio ao rugby e seu programa de venda de ingressos antecipada para […]

Novo comercial criado pela CP+B para falar da superioridade do seu double cheeseburger (comercializado a US$1) versus a oferta do concorrente. Existem rumores de que ambas as empresas perdem dinheiro com a promoção deste sanduíche em específico mas que ele acaba sendo um grande decisor da visita às lojas. O tema é objeto de uma […]