zaha.jpg
photo © toshio kaneko

A Chanel comissionou a celebrada arquiteta Zaha Hadid para criar um pavilhão de arte itinerário que abriga obras de quinze artistas contemporâneos. Cada artista criou uma obra inspirada, pelo menos em parte, pela clássica bolsa matelassê desenhada por Coco Chanel em 1955.

Chamado Mobile Art, o projeto esteve em Hong Kong e Tóquio no início do ano e agora segue para Nova York, onde ficará de 20 de outubro a 09 de novembro no Central Park. Depois disso, Londres, Moscou e Paris serão as últimas cidades a receber o pavilhão.

Os artistas que criaram para o projeto incluem a francesa Sophie Calle, a suiça Sylvie Fleury, o indiano Subodh Gupta e a coletiva russa Blue Noses. Os trabalhos, organizados por Fabrice Bousteau, editor da revista Beaux Arts, incluem esculturas, fotografias, vídeos e instalações.

A origem do projeto foi a celebração do aniversário de cinqöenta anos da bolsa, em 2005, quando o atual estilista da maison, Karl Lagerfeld, desenhou e lançou uma nova versão da mais famosa das bolsas. O projeto levou alguns anos para ser concretizado.

Após a última parada da “Mobile Art” em Paris em 2010, Chanel terá a opção de comprar todas as obras de arte da exposição. Quanto a estrutura, propriedade da maison, ainda não é sabido qual será seu futuro.