A britânica BBH foi a primeira agência do mundo a fincar o pé no Second Life. Para quem não sabe o Second Life é um “metaverso digital” – uma comunidade online com mais de 700 mil pessoas que fatura diariamente mais de 300 mil dólares. Quem desenvolveu o projeto da BBH foi o estúdio Rivers Run Red.Quer saber mais ? Leia aqui (em inglês) sobre o projeto da BBH, aqui e aqui sobre o SL.
Seria legal saber como será o posicionamento da BBH lá dentro. A tentação de emular o mundo tal como conhecemos dentro do SL é grande. Afinal isso seria o mais fácil, o mais óbvio e talvez o mais rápido. Mas, se a sua empresa tivesse uma “segunda chance” de atuar no mundo – num mundo com características bem diferentes do que vivemos – ela faria igual ? Além disso, num mundo de teletransporte, criar carros não parece muito inteligente. E digo isso apesar de ter achado a ação feita pela Toyota lá dentro até bacana. No mundo de hoje – e no SL nem se fala – acho que faria mais sentido pensar em Toyota mais como marca e menos como montadora. Enfim, o papo é longo. Fica lançada a reflexão.



  1. Wagner Brenner on Friday 29, 2006

    Excelente Paula